Feira Preta e Pequena Africa

africana

Em homenagem ao dia da consciência negra, vários eventos foram organizados no centro da cidade no dia 26 de Novembro. Entre eles, a Feira Preta, maior evento de afro-empreendedorismo da América Latina, contava com vários shows de música afro-brasileira, palestras, debates, e produções artesanais ligadas à cultura negra. Considerando o objetivo do projeto, a participação a este evento era muito simbólica numa perspectiva de revalorização das expressões culturais negras.

Os adolescentes também tiveram a oportunidade de participar de uma oficina de reciclagem com o projeto “Green Nation”, durante a qual fabricaram objetos animados com a ajudada de educadores. Depois, passeamos na Pequena África para conhecer um pouco mais da história dos escravos do Rio de Janeiro. Um dos lugares mais marcantes foi a Pedra do Sal, primeiro Quilombo urbano do Brasil, onde nasceu o samba e a tradição da eleição dos reis e rainhas do carnaval.

A visita acabou no Boulevard Olímpico onde pudemos admirar o mural de grafite do Eduardo Kobra, artista mundialmente conhecido.

Este passeio, organizado no quadro do projeto Zungu, tinha o objetivo de fazer descobrir este lugar tão simbólico da historia dos negros no Rio de Janeiro e no Brasil, mas também de estimular o sentimento de pertencimento a estes territórios. A maioria dos jovens do Zungu nunca tinham ido para a Zona portuária do Rio.