Oficina de Fotografia com Pinhole Morro do Fuba

ZUNGU

Share This Post

O Ponto de Cultura Zungu tem o objetivo de formar de um coletivo cultural de adolescentes e de jovens moradores da região do Morro do Fubá, encorajados a pensar e agir de forma crítica e proativa na valorização da história social e cultural local, através do desenvolvimento de uma expressão artística própria.

Os jovens do coletivo participam de oficinas de danças e de músicas de matriz africana na Terr’Ativa, e de diversos eventos entorno à essas expressões culturais em outros espaços da cidade. Outro eixo do projeto se articula em torno do (re) conhecimento da história da favela do Morro do Fubá: com este objetivo, os jovens participam de oficinas de história onde pesquisam e registram essa memória, e realizam passeios temáticos na cidade do Rio de Janeiro para desenvolver seu referencial cultural histórico e contextualizar essa história.

Enfim, para se familiarizar com os meios de comunicação e a formalização de ideias, os jovens também participam de oficinas de informática, de vídeos, de linguagem digital e produção cultural.

O Ponto de Cultura Zungu pertence a Rede Carioca dos Pontos de Cultura, do programa Cultura Viva, da Secretaria Municipal da Cultura do Rio de Janeiro.

Por que criar um coletivo cultural no Morro Fubá?

No Morro do Fubá não existe nenhum espaço de participação popular destinado às atividades sociais ou culturais. Esta comunidade, como muitas outras, carece de iniciativas culturais, o que resulta num distanciamento entre a população e suas práticas artísticas tradicionais.

Neste contexto, as atividades do Zungu buscam construir bases para um processo coletivo de conhecimento e pensamento crítico, o que leva à valorização da cultura local, fortalece os laços entre os membros da comunidade e estimula o acesso e o sentimento de pertencimento à rede cultural carioca.